Lagamar

Natureza, história e fotografia

Esse ambiente é geralmente encontrado próximo da foz dos rios, onde ocorre o encontro de água doce com a água salgada dos oceanos. Devido à sua localização ele sofre ação constante da variação da maré.

As estruturas vegetais adaptadas às pressões seletivas do ambiente são marcantes e caracterizam esse ambiente.

 

Assim como a praia arenosa e o costão rochoso, o manguezal tem seu solo parte do dia submerso e parte do dia exposto. Porém, nesse caso o substrato é formado por partículas bastante pequenas de matéria orgânica trazidas pela água dos rios, que, ao chegar na região de planície e se encontrar com a água salgada, se sedimentam e formam o solo típico desse ambiente.

 

 

A matéria orgânica em decomposição, na ausência de oxigênio devido ao solo alagado, libera gás sulfídrico, rico em enxofre, que dá ao ambiente seu odor característico de ovo podre.

O solo alagado, salgado, pobre em oxigênio e movediço representa uma forte pressão seletiva sobre os habitantes do local, que apresentam características adaptativas essenciais para sua sobrevivência. Poucas espécies vegetais conseguem de desenvolver no manguezal.

As principais árvores encontradas são chamadas de mangues e dão nome ao ambiente:

- Rizophora mangle - Mangue vermelho. Encontrada em solos lodosos e pouco firmes. Apresenta caules escora (rizophoros) ao redor do caule principal, que auxiliam na sustentação da árvore.

- Laguncularia racemosa - Mangue branco. Encontrado em regiões mais altas, com solo arenoso. Apresenta pecíolos vermelhos com glândulas de sal no mesmo. Apresenta raízes respiratórias que saem do solo (pneumatóforos).

- Avicennia schauerianna - Mangue amarelo, mangue preto ou mangue siriúba. Apresenta pneumatóforos e glândulas de secreção de sal em toda a superfície da folha.

 

Cada uma delas apresenta suas próprias estratégias de sobrevivência, que vão de raízes adaptadas ao solo pobre em oxigênio e glândulas que expelem o excesso de sal absorvido do ambiente a estruturas reprodutivas que facilitam o desenvolvimento das jovens plantas no solo hostil.

 

Sobre essas árvores é bastante comum o desenvolvimento de musgos, líquenes, orquídeas e bromélias, que buscam a luz presente em maior quantidade próximo das copas das árvores.

 

Além das espécies mencionadas, que atingem alguns metros de altura, quase não há vegetação rasteira no ambiente, com exceção de algumas gramíneas.

A grande quantidade de matéria orgânica, por outro lado, representa uma fonte importante de nutrientes para a  vida. A decomposição libera nutrientes no ambiente, que possibilitam o desenvolvimento de algas e outros vegetais simples na base da cadeia alimentar. Os pequenos alimentam outros um pouco maiores e assim por diante. O manguezal é uma ambiente de grande importância para a produtividade da vida marinha.

Diversas espécies entram nos rios do manguezal em busca de alimento e local seguro para se reproduzir. Caranguejos são encontrados no solo e nas árvores. Cracas e ostras vivem aderidas nas raízes das árvores.

 

Peixes aguardam a subida da maré para adentrar entre as raízes em busca de alimento. Aves pescadoras, jacarés, lontras e o mão-pelada espreitam em busca de presas.

 

O manguezal é um ambiente fascinante!

 

Referências:

1) O ecossistema manguezal - http://ecologia.ib.usp.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=70&Itemid=409

2) O manguezal e sua fauna - http://cebimar.usp.br/index.php/pt/artigos-de-acesso-livre/76-o-manguezal-e-a-sua-fauna.html

3) Conhecendo o manguezal - http://www.ib.usp.br/ecosteiros/textos_educ/mangue/

 

 

Visite o site http://cecgodoy.net/ e encontre outros conteúdos interessantes sobre Ciências da Natureza!

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Blue Red Oranges Green Purple Pink

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction